Weby shortcut

Química Bacharel - ênfase em Química Industrial

Updated at 10/16/18 10:51 .

Caracterização do Curso

O exercício da profissão de Química é regulado pela Lei nº 2.800, de 18 de junho de 1956, e pela Resolução normativa nº. 36, de 25 de abril de 1974, do Conselho Federal de Química, que discrimina as atividades das diferentes modalidades profissionais da Química. No caso do Bacharel em Química, as atividades previstas na legislação são:


1. Direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e responsabilidade técnica;
2. Assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e comercialização;
3. Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos; elaboração de pareceres, laudos e atestados;
4. Exercício do magistério, respeitada a legislação específica;
5. Desempenho de cargos e funções técnicas;

6. Ensaios e pesquisas em geral. Pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos;
7. Análise química e físico-química, químico-biológica, bromatológica, toxicológica e legal, padronização e controle de qualidade;
8. Produção; tratamentos prévios e complementares de produtos e resíduos;
9. Operação, manutenção e instalações de equipamentos e execução de trabalhos técnicos;
10. Condução e controle de operações e processos industriais, de trabalhos técnicos, reparos e manutenção;
11. Pesquisa e desenvolvimento de operações e processos industriais;
12. Estudo, elaboração e execução de projetos de processamento;
13. Estudo de viabilidade técnica e técnico-econômica.


Para o exercício das atividades citadas, o profissional da química deve ter cumprido um currículo mínimo de química constituído por disciplinas básicas da Matemática, Física e Mineralogia, disciplinas químicas profissionais que abordem conteúdos das áreas clássicas da Química (Geral e Inorgânica, Analítica, Orgânica e Físico-Química) e disciplinas adicionais de caráter tecnológico, tais como: desenho técnico, operações unitárias, química industrial (que envolve uma vasta gama de assuntos, como processos industriais, tecnologias, etc.) e disciplinas complementares que abordem conteúdos de estatística, economia, administração e higiene e segurança do trabalho.

A universidade é uma instituição que é co-responsável pela formação ética dos profissionais que prepara para atuar na sociedade. Portanto, a formação do Bacharel em Química deve pautar-se em valores éticos que irão nortear sua atuação como cidadão e profissional. A formação do profissional deve possibilitar a compreensão do homem como um ser pluridimensional, o estabelecimento de novas concepções de limites, a consolidação do sentimento de responsabilidade em relação aos recursos naturais e a busca de qualidade de vida para todos. Neste âmbito, o currículo deve contemplar como tema transversal, a reflexão sobre caráter, ética, solidariedade, responsabilidade, sustentabilidade e cidadania. Deve-se sempre que possível discutir questões ligadas à honestidade e ao compromisso com os aspectos sociais e do meio ambiente que permeiam a atividade do profissional da química. Práticas pedagógicas que incentivem o trabalho cooperativo, tanto em laboratório como em sala de aula devem ser adotadas.

 

Perfil Profissional

Com a atualização curricular pretende-se alcançar o seguinte perfil profissional para o curso e o egresso:

 Perfil do Curso:
 formação generalista e interdisciplinar, fundamentada em sólidos conhecimentos de Química, capaz de atuar em equipe, de forma crítica e criativa, na solução de problemas, na inovação científica e tecnológica, na transferência de tecnologias, seja no trabalho de investigação científica na produção/controle de qualidade, seja no trabalho em pesquisa e Ensino de Química;
 formação humanística que manifeste, na sua prática como profissional e cidadão, flexibilidade intelectual, norteada pela ética em sua relação com o contexto cultural, sócio-econômico e político, inserindo-se na vida da comunidade a que pertence;
 capacidade de expressão oral e escrita na língua nacional e compreensão em língua estrangeira;
 capacidade de buscar informações e processá-las no contexto da formação continuada;
 capacidade de utilizar, de forma responsável, o conhecimento químico e pedagógico adquirido e suas implicações no meio ambiente, respeitando o direito à vida e ao bem estar dos cidadãos.

 Perfil do Bacharel com Ênfase Industrial:
 produzir, tratar previamente produtos e resíduos;
 operar e manter e equipamentos e instalações; executar trabalhos técnicos;
 conduzir e controlar operações e processos industriais, trabalhos técnicos, reparos e manutenção;
 pesquisar e desenvolver operações e processos industriais;
 estudar, elaborar e executar projetos de processamento;
 estudar a viabilidade técnica e técnico-econômica no âmbito das respectivas atribuições.

Habilidades e Competências do Bacharel com Habilitação Industrial:
 capacidade de elaborar estratégias para tratamento de produtos e resíduos;
 domínio da operação e manutenção de equipamentos e instalações industriais;
 saber conduzir e controlar operações e processos industriais, trabalhos técnicos, reparos e manutenção;
 pensar, racionalizar e elaborar projetos de processamento nas várias atuações das empresas químicas;
 capacidade de avaliar a viabilidade técnica e econômica no âmbito das realidades reginais e sócio-econômicas nas quais empresas químicas estejam inseridas.

 

Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Química - Ênfase Industrial